09/10/2019 às 15h38min - Atualizada em 09/10/2019 às 15h38min

24 horas com Gloria Maria

Passamos um dia inteiro com a jornalista e desvendamos sua rotina

harpersbazaar.uol.com.br - Luciana Franca
Foto: Divulgação
Gloria Maria dispensa apresentações: ela é simplesmente a jornalista mais famosa do Brasil. Ela tem uma rotina muito agitada e também saudável. Bazaar passou 24 horas com a musa e desvenda seu dia a dia. Descubra:
 
6H
Acordei no mesmo horário de sempre, para aprontar minhas filhas (Maria, de 11 anos, e Laura, de 10) para a escola.
 
7H
Tomei meu sucão (suco verde com couve, cenoura, pepino, gengibre e polpa de abacaxi), café preto e comi mamão com frutas vermelhas. Quando estou no Rio, faço pilates três vezes por semana, no mínimo, no mesmo lugar e com os mesmos professores há 20 anos. Nunca fiz musculação, porque tenho facilidade em ganhar músculos e ficaria enorme. Gosto de pilates porque alonga, é o exercício da minha vida!
 
10H30
Fui para o aeroporto Santos Dumont, já que meu voo era ao meio-dia. Mas, por causa da chuva e do cancelamento de voos, tive de ir com o ônibus da companhia aérea para o Galeão.
 
17H
Cheguei a São Paulo e fui direto para a loja da Louis Vuitton escolher meu look para o jantar da marca. Em meia hora, resolvi a roupa e os acessórios e fui para o hotel Palácio Tangará me arrumar. Eu mesma fiz minha maquiagem. Nessa confusão de voos, passei o dia todo sem comer. Estou acostumada, por causa das viagens que faço, já que, muitas vezes, estamos nos deslocando e não há um restaurante pelo caminho. Quando acho a comida do destino esquisita, simplesmente não como, tomo muita água e espero chegar ao hotel para tomar um suco. Há muitos anos faço jejum intermitente sem querer. Ah, e tomo também as minhas pílulas (de vitamina), são cerca de 30 a 40 por dia. Os médicos ficam horrorizados (risos), mas têm funcionado para mim.
 
22H
Cheguei ao jantar e me diverti muito com meus amigos, entre eles Sabrina Sato, Mariana Ximenes, Donata Meirelles e Bruno Astuto. E teve show de Marisa Monte.
 

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
 
1H20
Voltei para o hotel para descansar porque, no dia seguinte, mediaria um talk com o Kobra, que fez uma colaboração artística com a Louis Vuitton. Antes de dormir, cuido da pele com uma receita que o professor (Ivo) Pitanguy me deu há 30 anos: faço uma mistura na palma da mão com Bepantol, algumas gotas de vitaminas A e E e Hipoglós, e passo no rosto. Tento fazer de duas a três vezes por semana, quando vou dormir sozinha e não com o namorado (risos). Uma vez por semana, coloco um pouco de sabonete (facial) em um pedaço de gaze e limpo o rosto, fazendo uma espécie de esfoliação. Nunca fiz plástica e nem botox. Vou, há muitos anos, na dermatologista Paula Bellotti, com quem faço peeling de cristal e procedimento com luz pulsada. Laser dói, não faço. E também vou testando cremes que encontro nas viagens. Comprei uma pasta em Myanmar para proteger do sol e cuidar da pele, porque vi que as mulheres de lá têm a pele linda, quero voltar para trazer mais. Esses cuidados têm dado certo para mim, mas é claro que o pescoço e as mãos entregam que o tempo está passando. Minha idade não é um mistério. Viajo toda hora e tenho de mostrar meus documentos. Os atendentes das companhias aéreas sabem o ano em que nasci. Mas as pessoas me veem há muito tempo na televisão, comecei muito nova, e essa história da minha idade virou uma lenda. E lenda tem de ser mantida (risos)!
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »