04/10/2019 às 14h42min - Atualizada em 04/10/2019 às 14h42min

8 dicas de decoração para quem tem pets em casa

Arquitetos dão dicas que vão do revestimento até os acessórios decorativos para que sua casa se torne receptiva para um animal de estimação

revistacasaejardim.globo.com – Redação Casa e Jardim
A porta de correr divide a sala do resto da casa, a fim de separar os dois pets (Foto: Sim-Plex/ Reprodução)
No dia 4 de outubro é comemorado o Dia Mundial dos Animais. Seja na floresta ou dentro de  casa, os bichinhos merecem todo o cuidado, especialmente se fazem parte da família. E quem não ama os pets? O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já apontava, em 2013, que os brasileiros tinham 132 milhões de animais de estimação, sendo os cachorros os dominantes da categoria.
 
Porém, a harmonia entre os animais e os móveis da casa nem sempre é a melhor. Os pelos podem se acumular nos estofados com facilidade, a caminha precisa ser incorporada à decoração e a marcenaria não deve ser o local favorito para eles arranharem. Pensando nisso, a designer de interiores Elisa Meirelles e a arquiteta Fernanda Angelo, ambas à frente do Estúdio Cipó, o designer de interiores Henrique Freneda e o arquiteto Pietro Terlizzi dão dicas de como adaptar a casa à vida dos pets.
 
1. Segurança em primeiro lugar
Telas de proteção para gatos são essenciais. Antiderrapantes nas escadas também podem ser necessários dependendo do material usado no piso, uma vez que as patinhas podem deslizar. Henrique alerta: “é essencial que a tela esteja bem presa à parede para oferecer maior segurança”. Ele aconselha pesquisar a melhor marca antes de comprar e verificar a resistência e a instalação com um profissional adequado.
 
Já os fios dos aparelhos eletrônicos devem ser encapados ou embutidos em painéis de madeira. Além disso, as tomadas precisam estar tampadas com material próprio.
 

Liberdade. A vira-lata Caçula, que descansa sobre os almofadões na sala de estar, tem passagem liberada por todos os cômodos do apartamento. Projeto dos arquitetos Regina Strumpf e Rogério Gurgel (Foto: Victor Affaro / Editora Globo)
 
2. Tecidos que também gostam dos animais
Tapetes sintéticos tendem a ser mais apropriados para quem tem pets, uma vez que a limpeza é mais simples, apenas com o aspirador de pó. O mesmo serve para sofás, cadeiras, poltronas e almofadas. “Esses móveis devem ser revestidos com materiais fáceis de limpar, como couro, microfibra e poliéster”, conta Pietro.
 
Para quem tem gatos, atenção nos tecidos com texturas, uma vez que as garras ficam presas e acabam estragando a superfície. “Tudo precisa ser liso e sem aderência para as unhas”, completa Pietro. Quanto às cores, os tons neutros ajudarão a esconder o rastro de pelos. As tonalidades mais claras e escuras evidenciam a presença de manchas e sujeiras.
 
No quesito urina, é preciso educar os animais desde o início, então vale deixar o espaço sem tapetes por um tempo, até eles se acostumarem. Se não for possível retirar, materiais como o sisal e a fibra sintética são mais fáceis de limpar. “Além do desinfetante comum, a espuma mágica é um produto essencial para tapetes e sofás”, diz Fernanda.
 
3. Na cama
Para quem gosta de dormir com os bichinhos, ter uma capa impermeável ajuda na hora da limpeza de acidentes na cama. “Nesse caso, vale investir em um protetor de colchões. Caso haja acidentes, o líquido não afeta o colchão”, aconselha Pietro.
 
4. Materiais dos móveis
Existem projetos de decoração que são pensados especialmente para os pets. Feitos em marcenaria e sob medida, eles tendem a ser mais resistentes aos impactos dos possíveis saltos dos bichos do que os comprados prontos.
 

PETS | Ao lado da escada, a casinha dos gatos é um dos charmes do projeto (Foto: ©Marcelo Donadussi)
 
5. Pisos e revestimentos
Os arquitetos aconselham um piso não poroso para que os animais não derrapem, e aconselham o uso do porcelanato rústico ou revestimentos cerâmicos como melhores opções. Já os de madeira devem receber um selador para fechar os poros, evitando a infiltração de urina e fezes.
 
Para as paredes, os revestimentos lisos com painéis de madeira e os de tijolinhos acrescentam praticidade. “Paredes com tintas laváveis são uma boa opção para manter a higiene e manter a casa bonita”, completa Pietro.
 
6. Objetos decorativos
Itens quebráveis devem ficar fora do alcance dos pets. Aposte no minimalismo se você tem medo de perder, por acidente, os objetos decorativos da casa. Uma outra opção é guardar as peças frágeis em estantes com nichos profundos ou portas. “Assim como com as crianças, o melhor é deixar peças pontiagudas longe para afastar a possibilidade de acidentes”, recomenda Elisa.
 

Passagem secreta. Além de abrigar livros, a estante criada pelo escritório estadunidense BFDO Architects permite que os gatos acessem o segundo pavimento da casa (Foto: BFDO Architects / Divulgação)
 
7. É possível ter plantas, sim!
Espéceis venenosas ou com espinhos ficam de fora da lista. Também evite que a água se acumule sob os vasos para evitar a proliferação de doenças. Mamona, carambola, jasmim-manga e comigo-ninguém-pode são proibidas pela toxicidade. Já as espécies fênix, cactos, babosa e coroa-de-cristo não podem ser compradas pela presença de espinhos. “As melhores espécies são jabuticabeira, lavanda, alecrim, hortelã, calêndula e limão siciliano”, sugere Fernanda. A solução é pendurar vasos de médio e pequeno porte em lugares inalcançáveis.
 

Integração. Desenhado por Pedro Kastrup, do escritório PKB Arquitetura, o móvel é um misto de berço para o pequeno Gabriel, bicama, trocador, gaveteiro e cama para o lulu da pomerânia Sushi (Foto: PKB Arquitetura / Divulgação)
 
8. A caminha deles
Móveis planejados podem incluir brinquedos e uma caminha para os pets. Mas também é possível comprar modelos já prontos. Hoje em dia existem opções supercharmosas, que vão de encontro com a decoração da sua casa, seja pela paleta de cores ou pelo estilo.
 

O bufê Orion, criação da dupla do escritório Esquina Arquitetura reserva espaço para o comedouro dos pets na parte inferior do móvel (Foto: Diego Bressani/Divulgação)
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »