21/05/2019 às 14h23min - Atualizada em 21/05/2019 às 14h23min

Simpósio vai debater doenças, obesidade e envelhecimento

O 3º Simpósio Internacional de Patologia Experimental acontecerá em Londrina a partir desta quarta-feira (22), as 8h30, com atividades no Centro de Eventos e Convenções do Aurora Shopping e no Centro de Ciências Biológicas (CCB) da UEL. O Simpósio prossegue até esta sexta-feira (24).

Aen

Cerca de 240 pesquisadores, estudantes e profissionais do Brasil e do Exterior vão participar do 3º Simpósio Internacional de Patologia Experimental que acontecerá em Londrina (Norte) a partir desta quarta-feira (22), às 8h30, com atividades no Centro de Eventos e Convenções do Aurora Shopping e no Centro de Ciências Biológicas (CCB) da UEL.

O Simpósio prossegue até esta sexta-feira (24), e apresenta os últimos resultados de estudos relacionados a doenças como chikungunya, dengue e febre amarela, além de problemas que afetam a população mundial, como obesidade precoce e o envelhecimento. A iniciativa é do Programa de Pós-Graduação em Patologia Experimental da UEL.

Segundo a professora Alessandra Lourenço Cecchini Armani, da comissão organizadora, a Patologia é um ramo científico que reúne profissionais de diversas áreas relacionadas à saúde, com foco na análise e estudo de órgãos e tecidos, buscando o diagnóstico de doenças. Ela explica que o Simpósio Internacional é promovido a cada dois anos, sempre buscando trazer à tona pesquisas de ponta.

A programação traz minicursos, mesas-redondas e conferências. A palestra de abertura será nesta quarta-feira, às 8h30, com o palestrante convidado, Marcelo José Villar, da Austral University (Argentina). Ele vai abordar o tema Medicina translacional. Entre os palestrantes internacionais, acrescenta a professora, estão dois médicos, um farmacêutico e um bioquímico, de instituições de renome da América Latina, Estados Unidos, Bélgica e Reino Unido. Ela explica que a pesquisa na área é sempre multiprofissional, reunindo biologia, bioquímica, farmácia, fisioterapia, odontologia e medicina.

Confira a programação do Simpósio no endereço www.uel.br/eventos/simposiopato/pages/pt/inicial.php. Outras informações pelo e-mail isepuel@uel.br.

PÓS-GRADUAÇÃO - O Programa de Pós-Graduação em Patologia Experimental da UEL forma recursos humanos para o ensino e desenvolvimento de pesquisa aplicada em Patologia Geral e Imunologia Geral.

O curso conta atualmente com 22 professores, além de 72 estudantes de Mestrado e Doutorado, considerado um dos mais importantes centros de estudos da área, com nota 6 da Capes. Para se ter uma dimensão da produção acadêmica, no último quadriênio a equipe do programa publicou 360 artigos científicos.

A formação em pesquisa é voltada para os mecanismos de agressão e defesa celulares tendo como base conhecimentos dos mecanismos da resposta imune e os eventos morfológicos e bioquímicos/moleculares que estão na base das lesões celulares e das doenças.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »