13/02/2019 às 15h51min - Atualizada em 13/02/2019 às 15h51min

Volta às Aulas: Uso das Cadeirinhas

Saiba quais são os dispositivos certos para cada criança, compatível com o tamanho, idade e peso

Assessoria DETRAN

Educação para o Trânsito
Hoje (13) o Departamento de Trânsito de Trânsito do Paraná (Detran-PR) irá falar sobre mais um tema importante da volta às aulas 2019. A abordagem é quanto aos cuidados de transportar crianças em seus dispositivos de retenção, de acordo com a idade e peso.
 
“Usar o dispositivo correto para cada idade, tamanho e peso diminui o risco em casos de colisões ou também desaceleração repentina do veículo. Praticas simples podem salvar a vida de nossas crianças”, compartilha o diretor-geral, César Kogut.
 
Dados do Ministério da Saúde mostram que depois que entrou em vigor a lei que obrigou o uso dos equipamentos, em 2010, o Brasil registrou queda de 23% nos registros de mortes de crianças em acidentes. Ainda assim, os números são preocupantes: segundo o Ministério, todos os dias, cinco crianças morrem no trânsito brasileiro.
 
No Paraná, o último relatório estatístico de acidente, de 2017, registrou 114 mortos com menos 18 anos. Deste total, 53 tinham de 0 a 11 anos; e 61 tinham de 12 a 17 anos.
 
A obrigatoriedade do uso dos dispositivos de retenção são baseados na resolução 277 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que estabelece que menores de dez anos devem ser transportadas nos bancos traseiros usando um tipo adequado de dispositivo de retenção, conforme idade, tamanho e peso.
 
As crianças com ou até um ano de idade deverão utilizar, obrigatoriamente, o bebê conforto. Já aquelas com idade superior a um ano e inferior ou igual a quatro anos, em cadeirinha. De quatro a sete anos e meio devem usar o assento de elevação e a partir de dez anos já podem utilizar o cinto de segurança.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »