22/01/2019 às 10h53min - Atualizada em 22/01/2019 às 10h53min

O décimo celular Galaxy S vem aí: o que esperar do poderoso S10 da Samsung?

noticias.uol.com.br - Gabriel Francisco Ribeiro
Foto do novo suposto Galaxy S10 vaza na web quase dois meses antes de lançamento - Imagem: Reprodução/Twitter
O primeiro celular poderoso e aguardado de 2019, entre as empresas que lançam aparelhos oficialmente no Brasil, está próximo de ser conhecido pelo público. Tradicionalmente lançado entre fevereiro e março, o Galaxy S10, top de linha da Samsung, já teve muitos detalhes revelados em supostos vazamentos. Por isso, já podemos ter uma ideia clara do que vem por aí no décimo aparelho de uma das mais famosas linhas de smartphones.
 
Dá para se animar com o dispositivo? Com certeza. Após um 2018 em que apresentou o Galaxy S9 e o Galaxy S9+ que pareciam "mais do mesmo", a Samsung tenta dar uma renovada com um novo aparelho que deverá ter um design bem distinto para atrair os usuários. E a empresa precisa disso, já que vem patinando recentemente em vendas de celulares e sofre grande concorrência das chinesas.
 
Entre as principais novidades para a próxima edição do seu tradicional smartphone, está um design novo com um "furo" na tela e também um sensor de digital embutido dentro do display, recurso pedido há anos pelos usuários.
 
Confira abaixo o que esperar do Galaxy S10:
"Furo na tela" é destaque no design
 
Já é quase certeza que teremos aparelhos com o chamado "furo na tela". Este novo design pode ser a nova tendência da Samsung para suas telas infinitas e é chamado de "Infinity-O" pela companhia. No topo do dispositivo, há somente um "furo" para a câmera frontal do aparelho. É exatamente isso que mostra uma foto vazada por Evan Blass, conhecido por antecipar informações de celulares no Twitter, vista no topo da reportagem, além de uma imagem publicada no próprio site da Samsung e depois derrubada.
 

Reprodução
Este é o provável design do novo Galaxy S10 da Samsung - Imagem: Reprodução
 
O resto da parte frontal do celular é tomado pelo display, o que aumenta bastante a proporção da tela. Esse novo design é a alternativa da Samsung, também já usada pela chinesa Huawei, ao entalhe popularizado pelo iPhone. Nos modelos anteriores da marca sul-coreana com tela infinita, havia uma pequena linha reta no topo e na parte de baixo do dispositivo.
 
Na traseira, é provável que o dispositivo siga com o design visto nos modelos anteriores. O corpo do aparelho em vidro permite o carregamento sem fios e a Samsung não deve abandonar essa característica dos seus tops de linha. Espere ainda mais cores nos novos aparelhos, podendo sair do básico visto em anos recentes (preto, prata, azul e roxo).
 
Finalmente sensor de digital na tela
Outra grande novidade do aparelho também estará na tela. A maioria dos rumores divulgados até agora dão conta de que o Galaxy S10 será o primeiro smartphone da Samsung com um sensor de digital ultrassônico embutido na tela do aparelho, que seria fornecido pela Qualcomm, segundo o 'ETNews'.
 
Essa é uma pedida dos usuários desde o lançamento do S8 - na época, por causa da tela infinita e o fim do botão home, o sensor de digital foi para a traseira do dispositivo. . Isso é algo que o iPhone não tem (a Apple decidiu focar puramente no Face ID), mas que alguns modelos chineses já apresentaram.
 
Contudo, aparentemente o sensor não irá funcionar com protetores de tela - como as famosas películas. Essa informação veio do fabricantes de protetores Armadillotek, que diz ter testado alguns aparelhos. Outros dispositivos com sensores de digital na tela funcionam com protetores, mas as tecnologias supostamente não são tão rápidas e seguras quanto à que a Samsung irá apresentar.
 
É possível ainda que o celular tenha um scanner facial 3D para se aproximar do iPhone, de acordo com uma notícia publicada pelo 'The Investor' - a Samsung teria feito parceria com a empresa de câmera 3D Mantis para colocar essa opção no S10.
 
Três versões com diferenças na tela, câmeras e 5G
 
Tudo indica que teremos três aparelhos diferentes da linha S neste ano, ao contrário dos dois lançados nos últimos três anos - há quem fale até em quatro aparelhos diferentes. Será um modelo mais barato, outro aparelho em uma versão normal e um extra turbinado, de acordo com o Business Insider.
 
A versão mais barata teria uma tela de 5,8 polegadas e poderia ser chamado S10 Lite ou S10 E - um dos boatos aponta que essa versão não teria o sensor de digital na tela. Já a versão normal do Galaxy S10 promete uma tela de 6,1 polegadas, enquanto que o Galaxy S10+ teria 6,4 polegadas. Uma quarta versão, de 6,7 polegadas de tela, é especulada.
 
O grande diferencial do aparelho mais caro seria ainda uma câmera frontal dupla. Um quarto modelo pode ser lançado com suporte ao 5G, segundo o 'The Wall Street Journal'. O Galaxy S10 promete ser um dos primeiros celulares do mundo já prontos para serem usados no 5G, que deve começar a se estabelecer em países mais desenvolvidos em 2019.
 
As câmeras traseiras podem variar. Recentemente, a Samsung lançou modelos de celulares da linha A com três ou até quatro câmeras traseiras. E é provável que isso seja estendido para a linha S, de acordo com o 'The Wall Street Journal' - no entanto, ainda não sabemos se haverá diferenças entre os modelos em relação a esse hardware.
 
Bateria com nova funcionalidade
Pouco se sabe ainda da bateria do Galaxy S10. No entanto, parece que o dispositivo da Samsung ganhará uma funcionalidade interessante: ele será capaz de, sem auxílio de fios, carregar com a sua bateria outros dispositivos como relógios e fones de ouvido.
 
Segundo Ice Universe, usuário do Twitter que costuma vazar informações da Samsung, as baterias dos três dispositivos teriam 3.100 mAh no mais barato, 3.500 mAh na versão normal e 4.000 mAh no modelo mais caro.
 
Desempenho forte e armazenamento gigante
O novo celular poderoso da Samsung não deverá decepcionar. O S10 contará com o Snapdragon 855, o mais poderoso processador da Qualcomm lançado recentemente - em alguns mercados, contudo, será usada uma versão correspondente do Exynos da Samsung. É provável que existam variações entre os diferentes modelos, mas a memória RAM dos dispositivos deverá ficar entre 6 GB e 8 GB.
 
Todas as versões, segundo o Gizmodo do Reino Unido, teriam aparelhos com armazenamento que começariam na casa dos 128 GB. Mas uma versão especulada de 1 TB do Galaxy S10+ poderá ser lançada para impressionar o mundo.
 
Lançamento pode ser antes do que o costume e preços altos
Normalmente a Samsung costuma apresentar o Galaxy S durante a Mobile World Congress, maior feira de celulares do mundo que ocorre sempre na última semana de fevereiro em Barcelona (Espanha). Desta vez, contudo, ele virá um pouco antes: será lançado no dia 20 de fevereiro, em evento próprio da empresa em San Francisco.
 
Em relação ao preço, não espere nada barato. O Gizmodo do Reino Unido apontou que a versão Lite, a mais baratinha, custaria 669 libras esterlinas (algo como R$ 3.400) por lá. Os preços variariam até 1.399 libras esterlinas (R$ 7.100) para o suposto modelo turbinado com 1 TB de armazenamento.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »