10/05/2018 às 13h12min - Atualizada em 10/05/2018 às 13h12min

Em meio a ajustes, obras estão sendo mantidas em Siqueira Campos

Genesis Machado - JCN
Obras na UBS do Bairro Nascente do Sol está na fase final
Essa semana o prefeito Fabiano Lopes Bueno, o Bí, falou com o JCN, e com tom sereno falou da economia, obras e ajustes. “A economia no geral não vai bem, já algum tempo, hoje o Brasil, tem cerca de 14 milhões de desempregados, a economia encolheu e com isso os municípios têm sofrido, o Governo Federal vinha dando estruturas com máquinas, equipamentos e obras para os municípios, cortou tudo, e agora vêm as minguas”. Comentou o prefeito.  
Segundo Bí, a demanda por serviço tem crescido em todos os setores e a arrecadação não acompanha, por isso está tomando medidas para diminuir o impacto da falta de recursos.  Com recessão os prefeitos da atualidade tem que se reinventar, tem que mudar o jeito de administrar, e algumas dessas medidas muitas vezes não agradam uma parcela dos funcionários e a população. “Tivemos que cortar horas extras, cortamos gratificações dos servidores e estamos demitindo gente, isso não é bom, é ruim para todos, mas se não fizer isso as contas não fecham. Também editamos um decreto cortando 20% dos salários dos comissionados, do prefeito e vice e limitando os gastos da máquina pública”. Disse o prefeito.
O prefeito Bí disse que muitas pessoas têm feito algumas críticas do seu mandato, mas quando as críticas são construtivas ele tem acatado e tem atendido aos pedidos.
Para finalizar ele disse ainda que nesse ano, muitas coisas aconteceram, coisas ruins, como gastos com o fundo de previdência, gasto extra de R$ 150 mil todos os meses. “Começamos 2018 apertados, com custo alto na frota de carros e ônibus, pois os combustíveis só aumentaram, encareceram os serviços, aí veio essa notícia que a prefeitura teria que arcar com esse fundo de previdência. No ano isso vai passar de R$ 1,5 milhão, dinheiro que poderíamos fazer várias obras” disse o prefeito.
Obras e serviços
Mesmo diante da crise, e os ajustes e cortes de gastos, as obras estão em andamento, em breve vai ser inaugurado a UBS da Nascente do Sol, está sendo feita pavimentação asfáltica na Alemoa, também está sendo reforçada a pavimentação asfáltica da Rua Paraná (na baixada). O prefeito disse estar otimista e argumentou que os cortes são necessários para que as obras continuem, ele disse que tem missão de melhorar a infraestrutura da cidade. “Muitas pessoas nem lembram como eram as Ruas Nossa Senhora de Fátima, a Rua Paraná, e outras ruas já prontas, e quando estiver pronta a Rua Mato Grosso, muita gente vai esquecer, mas a administração pública é assim, tem que ter dinamismo e uma população que quer sempre mais é uma população participativa“ disse o prefeito.
Serviços
O prefeito disse que os serviços essenciais, não vão ser cortados, mas está sendo feito um estudo para diminuir custos e otimizar os equipamentos e servidores. “Hoje o transporte da linha do trabalhador, tem um dos custos mais altos para a prefeitura, passando de dois milhões e meio reais por ano, mas, é um serviço primordial, pois ele é um incentivo a indústria que emprega milhares de trabalhadores. Com o tempo, várias empresas fecharam no município, e outras que não deram certo, mas as que deram estão empregando milhares de siqueirenses e é justo apoiar a indústria” disse o prefeito.    
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »