06/05/2022 às 12h50min - Atualizada em 06/05/2022 às 12h48min

Fora desde a Copa do Brasil, Giuliano revela paciência para voltar a ser titular no Corinthians

- jornalcn.com.br
Gazeta Esportiva
Daniel Munoz

O meio-campista Giuliano voltou a figurar entre os titulares do Corinthians na última quarta-feira, no empate sem gols diante do Deportivo Cali, na Colômbia, pela quarta rodada da Copa Libertadores. A última vez que isso tinha acontecido foi com a equipe totalmente alternativa apresentada no Estádio do Café, em Londrina, na estreia da Copa do Brasil, contra a Portuguesa-RJ.

No entanto, o jogador encara a situação com tranquilidade. Com experiência internacional, ele disse já ter passado por diversas situações na carreira - Giuliano já atuou por Dnipro, Zenit, Fenerbahçe, Al-Nassr e Istanbul Başakşehir.

 

"Mentalmente eu sou muito forte, já passei por várias situações na minha vida, e há momentos que é preciso esperar, momentos que a gente precisa trabalhar um pouco mais, há momentos que precisa ter paciência em prol do grupo", declarou o jogador à ESPN na saída do campo em Cali.

Nos últimos dez jogos - quando o técnico Vítor Pereira iniciou, de fato, o rodízio entre os jogadores -, ele esteve presente em sete, mas somente três deles como titular. Muitos torcedores questionaram sua ausência em alguns compromissos, mas o treinador português sempre é muito claro sobre o rodízio:

"Time titular é completamente impossível. Como jogar e depois jogar com o mesmo time? Não vamos conseguir jogar. Temos vários jogadores acima dos 30 anos. Eles podem fazer jogo de nível, mas, passados três dias, não vão conseguir pressionar ninguém. Eu quero tentar fazer uma equipe que, de acordo com estudo e projeção do próximo adversário, seja competitiva. (...) E temos que mesclar isso com a qualidade do Renato, do Paulinho, do Giuliano, que hoje não teve oportunidade, mas tem qualidade. São todos meias que têm propensão ofensiva. Estou aqui para arranjar soluções, não é fazer o time titular, porque provavelmente não é equilibrado", falou no último domingo.

Provavelmente, com a infeliz lesão de Paulinho, sofrida no jogo contra o Fortaleza e que deve tirá-lo de toda a temporada, Giuliano ganhe mais oportunidades com VP, ainda mais pelos números que apresenta: em toda a temporada, são quatro assistências, empatado com Fagner na liderança do ranking, e um gol marcado.

Agora, o Corinthians se prepara para seu próximo compromisso, diante do RB Bragantino, no domingo, às 18h (de Brasília), no Nabizão, em Bragança Paulista. No meio da semana que vem, tem decisão na Copa do Brasil, no jogo de volta contra a Portuguesa-RJ, em casa. Pela Libertadores, visita o Boca Juniors no dia 17 de maio, na Bombonera.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »