10/02/2022 às 10h39min - Atualizada em 10/02/2022 às 10h39min

​Bolsonaro diz repudiar de ‘forma irrestrita’ o nazismo e faz equiparação com comunismo

O chefe do Executivo não citou especificamente os casos dos últimos dias que geraram debate sobre o nazismo

Por Folhapress
Divulgação
O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta quarta-feira (9) que o nazismo deve ser repudiado “de forma irrestrita e permanente, sem ressalvas” e fez uma equiparação com o comunismo.
O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta quarta-feira (9) que o nazismo deve ser repudiado “de forma irrestrita e permanente, sem ressalvas” e fez uma equiparação com o comunismo.
“É de nosso desejo, inclusive, que outras organizações que promovem ideologias que pregam o antissemitismo, a divisão de pessoas em raças ou classes, e que também dizimaram milhões de inocentes ao redor do mundo, como o Comunismo, sejam alcançadas e combatidas por nossas leis”, completou.
O chefe do Executivo não citou especificamente os casos dos últimos dias que geraram debate sobre o nazismo, que começou com a defesa da existência de um partido nazista no podcast Flow por um dos apresentadores, Bruno Aiub, mais conhecido como Monark. A mobilização da sociedade levou à demissão do podcaster.
Bolsonaro disse ainda, na publicação, reiterar o apoio ao povo judeu também pelo “desrespeito daqueles que banalizam um assunto tão grave”.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »