03/02/2022 às 11h40min - Atualizada em 03/02/2022 às 11h40min

​Produtora pioneira do Paraná agora possui dois certificados para produção sustentável de morango

Assessoria
Divulgação
A Staw Agricultura, propriedade de Ingrid Souza, recebeu o Certificado de Conformidade Orgânica para produção de morango in natura, morango congelado e morango liofilizado pela Ecocert Brasil Certificado, no início de 2022.
Ingrid conta que o que a motivou a buscar esta certificação foi a grande visibilidade e aceitação dos produtos orgânicos. “Sempre buscamos produzir da maneira mais natural possível, então foram três anos de adequações para conseguir a certificação. Outro atrativo também foi que o selo Orgânico é popularmente conhecido pelos consumidores”.
Em junho de 2019 a Staw Agricultura recebeu o Selo Brasil Certificado, primeiro morango do estado do Paraná a receber este selo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) na Produção Integrada de Morango (PIMo). Ingrid foi a primeira mulher produtora a ser certificada no Brasil e, de acordo com ela, a Staw irá manter os dois selos. “Na minha opinião um complementa o outro, acredita. Os dois selos têm várias exigências em comum, com grau alto de dificuldade para obtenção”.
A produtora destaca que as vantagens de ambos os selos é que eles garantem que o produto final tenha uma qualidade muito boa. “Todas as exigências tanto da produção integrada quanto da produção orgânica fazem com que nós produtores busquemos sempre melhorias e tecnologias que ajudem em todo o processo, desde a produção, processamento e armazenamento, agregando, assim, valor ao produto final”. Ingrid enfatiza que “devido às exigências das certificações, nosso produto tem uma qualidade superior, chamando a atenção de clientes que buscam pela segurança e rastreabilidade do morango”. 
Atualmente, a Staw oferece morango in natura, liofilizado e congelado. “O morango liofilizado ainda é pouco conhecido pelo público, mas estamos com um planejamento de marketing para ajudar na divulgação dos benefícios nutricionais proporcionados por ele. Acredito que a partir do momento em que as pessoas souberem que é um alimento saudável, o consumo irá aumentar muito”.
Para a produtora, o selo Brasil Certificado precisa ser mais divulgado, mostrando que é compatível com o selo da Produção Orgânica e que, com sua adoção, o produto melhora muito em qualidade e segurança. “Com mais produtores certificados, a oferta aumentaria, o que populariza o selo, ajudando a aumentar o valor agregado dos produtos certificados”, menciona.
Agradecimentos
Ingrid agradece aos consumidores e clientes pela confiança e o apoio dos colaboradores e de instituições como Embrapa, Universidade Federal do Paraná, Secretaria de Agricultura de Pinhalão, representada pelo secretário Diego Fraiz e da Prefeitura de Pinhalão, representada pelo prefeito Dionísio Arrais de Alencar, ao consultor agronômico Ronaldo Herculano e também à consultoria de certificação orgânica Basa.
“Nosso objetivo é sempre buscar evolução e melhoria em nosso sistema produtivo, respeitando os pilares sociais, humanos e ambientais. Nós buscamos a excelência em produzir morangos saborosos e seguros”, enfatiza ela. “Afinal, eu vendo o que eu gostaria de consumir e oferecer para minha família”, conclui. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »