02/02/2022 às 14h42min - Atualizada em 02/02/2022 às 14h42min

Estado promove cursos de capacitação em direitos humanos para agentes socioeducativos

No total, serão qualificados, na modalidade EAD, 280 agentes socioeducativos por meio da plataforma Moodle. A conclusão será no dia 2 de março de 2022

- AEN

A Escola de Educação em Direitos Humanos (Esedh) da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), em parceria com o Departamento de Atendimento Socioeducativo (Dease), promove dois cursos para os agentes socioeducativos do Paraná. No total, serão qualificados, na modalidade EAD, 280 agentes socioeducativos por meio da plataforma Moodle.

Intitulados Capacitação em Segurança aos Agentes Socioeducativos (Módulo I – Turma II e Módulo II – Turma I), os cursos contam com a colaboração de tutores vinculados ao Dease. Um piloto foi ministrado no final do ano passado com 92 alunos.

“O objetivo desses cursos de formação continuada consiste na qualificação do atendimento socioeducativo fundamentada em políticas públicas voltadas à garantia de direitos fundamentais. Eles agregaram grandes valores aos agentes socioeducativos do Paraná, sempre dispostos a adquirir conhecimentos que lhes dão suporte para praticar suas relevantes funções no serviço público”, ressalta o secretário Ney Leprevost.

O Modulo I do Curso aos Agentes Socioeducativos do Paraná trata dos seguintes temas: garantia do direito à segurança como elemento da gestão pedagógica dos programas socioeducativos; protocolos de segurança e prevenção ao contágio na pandemia; princípios do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) e do SINASE (Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo); violência institucional e relações interpessoais; diversidade, gênero, sexualidade e orientação sexual; escuta especializada: tipos de violências e encaminhamentos; justiça restaurativa: comunicação não violenta e mediação de conflitos; apuração de faltas e infrações funcionais: e sindicâncias e processos administrativos disciplinares.

As temáticas do Módulo II são: segurança socioeducativa: finalidade, limites e desafios; linguagem institucional: exercício da linguagem como fundamento da postura e da ética na comunidade socioeducativa; inteligência emocional: postura e competências profissionais dos socioeducadores; saúde mental do agente de segurança socioeducativo: adoecimento psicológico do servidor público no sistema socioeducativo; e técnicas de autocuidado, ginástica laboral e técnicas de relaxamento.

Como as atividades são realizadas através da plataforma Moodle, o acesso para as matérias do curso fica permanentemente aberto, permitindo a adequação do horário de estudo pelos alunos. Cada módulo tem 16 horas de duração. A conclusão será no dia 2 de março de 2022.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »