17/02/2021 às 11h39min - Atualizada em 17/02/2021 às 11h39min

​Obra de arte no centro de Siqueira Campos ganha repercussão estadual

Apesar da pouca durabilidade, a obra do artista siqueirense ganhou destaque e elogios da população.

Isaele Machado - JCN
Foto: Douglas Azevedo
O município de Siqueira Campos é um celeiro de talentos, há artistas de várias áreas que ajudam a transmitir conhecimentos e emoções, são constantes mestres da filosofia que nos ajudam a compreender o mundo que nos cerca.  
No início deste mês, o fotógrafo Douglas Azevedo com o apoio do Diretor de Cultura de Siqueira Campos, Flavio Mello, fizeram um grande trabalho no centro da cidade, na Rua Rio Grande do Sul em Siqueira Campos. A arte chamou atenção pelo método utilizado conhecido como pôster lambe-lambe, pôster artístico de tamanho variado que é colado em espaços públicos. A arte inovadora para o município ganhou repercussão estadual, Douglas começou a se interessar pela fotografia no ano de 2013, início aos seus trabalhos. Nós entrevistamos o fotógrafo que nos contou um pouco da sua experiencia na área. 
JCN - Você tira foto no geral, porém qual é o teu foco, qual tipo de foto faz teu estilo?
Douglas - As fotos que causam sensações para mim, são as que funcionam. O foco é sempre estar atento e observar.
JCN - Qual foi a foto que mais te impactou?
Douglas - Essa eu pretendo fazer ainda (risos)
JCN- A foto é um modo de expressar liberdade artística, você já foi censurado? Como?
Douglas - Ah, já! Teve vários episódios de censura. Principalmente com o nudismo e com fotos de cunho mais social.
JCN- Notamos que todas as suas fotos demonstram algum tipo de história, emoção e reflexão. Como você escolhe a quem fotografar?
Douglas - Nas fotos de rua sempre me atraio por uma estética que me remete a infância, minha família. Sempre digo que a cena que pede para ser registrada é um movimento de troca.
JCN - A obra durou pouco tempo, como você vê isso?
Douglas- O lambe-lambe é a versão mais imediata, mais pobre e ao mesmo tempo mais espontânea e menos ambiciosa de uma ação artística. Consequência disso, a durabilidade é uma incógnita! Tô feliz com as mensagens das pessoas com pena de ver o processo das imagens se desfazendo. Sinal de que um pouco de arte sempre aquece o coração. (Finalizou).
Vemos diariamente os noticiários, que carregam em si a liberdade e o dever de manter a sociedade informada, temos também a arte que possui grande responsabilidade perante o povo, pois nela se encontra a liberdade artística e de expressão, se interpretada, nos leva à reflexão da realidade do mundo.
É precioso ter esses direitos assegurados no Art.220 Constituição Federal, já que durante a ditadura militar (1964 –1985) o povo tinha que se calar, ficavam sujeitos à repressão, tortura que algumas vezes resultavam em morte. Apesar das conquistas desses direitos, ainda há resistência dos governantes do país em aceitar as liberdades, existe a apologia à censura, atos antidemocráticos, boicote no incentivo à cultura, ciência e educação. Contudo as liberdades, arte, imprensa resistem como hieróglifos, queira ou não, estão aí.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »