18/11/2020 às 13h11min - Atualizada em 18/11/2020 às 13h10min

Richarlison absolve Cavani por entrada que gerou vermelho e fala sobre ausência de Neymar

- jornalcn.com.br
Gazeta Esportiva
Raul Martinez

Em sua quarta vitória consecutiva nas Eliminatórias Sul-Americanas, conquistada na noite de terça-feira, a Seleção Brasileira bateu o Uruguai por 2 a 0, no Estádio Centenário. Um dos protagonistas da partida, o atacante Richarlison absolveu Cavani pela entrada que gerou sua expulsão e falou sobre a ausência de Neymar.

De cabeça, ainda no primeiro tempo, Richarlison marcou o segundo gol do Brasil ao receber cruzamento do lateral Renan Lodi pela esquerda. Na etapa complementar, após entrar de sola no tornozelo do atacante brasileiro, Cavani acabou expulso com ajuda do VAR pelo árbitro chileno Roberto Tobar.

“Era uma disputa de bola. É claro que ele foi por cima e, se meu pé estivesse preso no chão, talvez teria quebrado o tornozelo. Mas acho que não houve maldade. Tentou pegar a bola e acabou errando o bote. Lance normal de jogo”, disse Richarlison, absolvendo o uruguaio.

Convocado pelo técnico Tite para defender a Seleção Brasileira nos confrontos com Venezuela e Uruguai, Neymar chegou a se apresentar na Granja Comary, mas acabou cortado por lesão. Mesmo sem o astro, o time defendido por Richarlison venceu as duas partidas e manteve os 100% de aproveitamento nas Eliminatórias.

“É claro que o Neymar faz bastante falta, porque é um atleta que nos deixa na cara do gol e está sempre marcando pela Seleção, mas também temos que jogar sem ele. Já estamos acostumados com isso”, disse Richarlison, que falou sem falsa modéstia sobre o próprio desempenho.

“Acho que estou fazendo um belo trabalho. É claro que tenho muito para aprender ainda aqui na Seleção, mas, a cada dia, sinto que estou evoluindo. Nesses grandes jogos, a gente costuma crescer mais e, a cada convocação, vamos melhorando. Acho que tenho tudo para fazer uma bela história com a camisa da Seleção”, apostou.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »