15/10/2020 às 10h41min - Atualizada em 15/10/2020 às 10h41min

DR.FELIPE:” EU JÁ PASSEI POR TANTA COISA DIFÍCIL NA VIDA E NÃO FIQUEI ASSIM”

Artigo/Dr. Felipe Batistela de Oliveira
Divulgação
Artigo/Dr. Felipe Batistela de Oliveira
Cresci sem pai, sem mãe, quase passei fome, fali 2,3,4 já nem me lembro quantas vezes, fui abandonado por quem eu achava que eram meus amigos.
Difícil admitir, mas já fui traído por quem eu tanto amava, perdi entes queridos e mesmo assim não cheguei a ficar como estou agora.
Justo agora que tenho mesa farta, bom emprego, família grande e unida, bons amigos e amor verdadeiro e correspondido. Em uma época boa de vida e talvez o melhor momento da minha vida no qual eu teria tudo para estar tranquilo e feliz, mas estou tão nervoso, irritado, triste e sem prazer na vida.
Olha, minha vida não está assim tão perfeita, mas já foi bem pior e reagi diferente, agora que as coisas estão melhores estou tão mau. Não faz sentido. Pior que não posso desabafar com ninguém, pois logo jogam na minha cara que sou ingrato em não dar valor em tudo que tenho na vida. Isso só me faz sentir ainda mais mau. Justo eu que sempre fui o pilar da família, o exemplo da sociedade, justo você que era considerado tão equilibrado, valente, tão otimista, inabalável e forte. Provavelmente taí uma das causas: Ter sido tão forte.
O que? E desde quando ser forte é algo ruim?
Desde que você use a força na forma de resistência e não de resiliência. A tal da resiliência que milhões de pessoas puderam aprender no último vídeo que postei (COMO VENCER A DEPRESSÃO E ANSIEDADE NO MEU CANAL “NA CONTRAMÃO DA DEPRESSÃO”, neste link:  https://www.youtube.com/watch?v=P5gM36qkOPg&feature=youtu.be). Já parou para pensar como o ser humano ao longo de sua vida é forçado a não ser humano? Nunca viu um pai ou uma mãe mandando seu filho engolir o choro, não demonstrar sentimento?
Entre os vários atributos que fazem de alguém ser humano é justamente o fato de ter sentimentos. Tanto de alegria quanto de tristeza, tanto a coragem quanto o medo são sentimentos importantes na formação do ser humano. (sugestão de filme: Divertidamente). Dar correta vazão aos sentimentos te faz mais forte. Reprimir os sentimentos pode aos olhos dos outros até parecer sinal de força, mas saiba que apenas uma resistência, por mais rígida que pareça, quando menos se espera, ela pode desabar em sua vida.
Dr, eu sei que o senhor é médico e até tentando falar de um jeito mais fácil, mas ainda não tô entendendo direito, poderia falar de outra forma?

Dr. Felipe: Claro! Imagine uma barragem de uma hidrelétrica assim como essa, imagine a força que ela precisa ter para suportar essa quantidade imensa de água represada. É importante que seja forte, pois apenas parte dessa água passará por turbinas gerado energia que permitirá o desenvolvimento de várias pessoas. Assim é nossa saúde mental, parecida com uma barragem, cada um tem uma barragem, um muro de contenção para a água que acumula ao longo da vida.
Que muro é esse? Que água é essa?
Dr. Felipe: O muro seria a resistência emocional de cada um e a água o estresse que está mais para uma lama que se acumula ao longo da vida. Verdade que parte do estresse pode vir de coisas que fogem do seu controle como a morte de quem tanto ama. Mas saiba que a maio parte desse estresse que acumula ano após ano é consequência de suas ações, de trabalhar demais, de querer ter muito, de cuidas pouco da sua saúde, de vícios, da convivência com pessoas tóxicas que você insiste em manter. Algumas pessoas realmente tem barragens mais altas que outras, parecem suportar uma quantidade imensa de estresse que passam na vida, já outras nem passam por tantas coisas ruins a ponto de acumular tanto estresse, tanta lama nesse reservatório. Mas saiba que o estresse, reprimir os sentimentos é o mesmo que aumentar aos poucos o nível do reservatório, pois esse sofrimento vai se acumulando, muitas vezes em áreas de sua mente que você às vezes nem temais consciência e por mais alta que seja sua barragem, por mais forte que ela pareça ser, quando tudo na sua vida parece estar bem, essa barragem pode desmoronar. Quer mesmo continuar se fazendo de forte? A sua resistência pode lhe custar um Brumadinho de emoções e essa lama do passado fará mal não apena a você, e sim a todos os que você ama tornarem-se reféns desse colapso emocional. Mas calma, existe uma solução! Há esperança, pois assim como nas barragens de hidrelétricas, por que não abrir comportas? Existem cinco principais comportas que aos serem abertas ajudam muito a diminuir o nível de estresse que se acumula na vida.
Quais são?
Dr. Felipe: Começando pelo sono, toda vez que alguém abre a comporta do sono, começa a diminuir o nível de estresse, estudos científicos mostram que pessoas que dormem menos de 7 horas ou mais de 9 horas por noite tem um risco maior de desenvolver transtornos psiquiátricos, como depressão. “Nossa Dr, estou encrencado, pois durante a semana durmo menos que 7 horas por noite por ficar ate tarde no celular, no computador e nos fins de semana compenso dormindo até tarde, bem mais que 9 horas de sono”. Pois eu digo que não basta o sono ser bom em quantidade, é importante ser ótimo em qualidade, ser restaurados, acordar com sensação de descanso. Sinais comuns de má qualidade de sono que colocam em risco sua saúde mental são: excesso de sonhos ou pesadelos e acordar mais de 3 vezes a noite mesmo que rapidamente volte a dormir. O que as vezes não acontece, roncar, mexer muito na cama enquanto dorme, ranger de dente (o tal do bruxismo). São exemplo que mostram que o sono não está bem. Tem a comporta do exercício físico, pois para ter uma boa saúde mental é muito importante abrir a comporta do exercício físico e quando você perguntar quantas vezes deve fazer, pergunte  a si  mesmo quantos dias da semana quer viver bem, não sei você, mas eu quero 7. Quem diariamente faz no mínimo 1 hora de exercício físico moderado, estimula liberação de endorfinas que são hormônios naturais que diminuem o estresse até ajudam a ter um sono de melhor qualidade e quantidade.
Como saber se está fazendo o exercício de forma moderada?
Dr.Felipe: Um jeito simples de saber é tentar falar enquanto faz o exercício. Se perceber que precisa parar algumas vezes durante a frase para respirar quer dizer que está no jeito. Cuidado quem faz caminhada, apesar de ser um exercício que funciona, com o tempo precisa aumentar a velocidade da passada, pois a maioria que caminha fala normalmente como se nada tivesse acontecido. Muito importante fazer avaliação médica antes de iniciar exercício físico, principalmente quem tem problemas de pressão alta, problemas ortopédicos, cardiovasculares para saber o que realmente pode fazer e se precisa realizar algum ajuste na medicação, melhor ainda se tiver o acompanhamento de um educador físico para evitar lesões e conseguir evoluir melhor nos exercícios.
E a comporta da nutrição?
Dr.Felipe: É muito importante ser aberta para diminuir o nível de estresse, é a comporta da nutrição. Na correria, as pessoas tendem a consumir alimentos industrializados ricos em açúcar, gorduras e sódio. Extravasam muitas vezes o estresse em frituras, lanches, pizzas, chocolates, sorvetes, refrigerantes, algo que até poderiam comer esporadicamente, mas que infelizmente tornou-se rotina na alimentação. Sem contar o abuso de bebidas alcoólicas, o tal “Happy Hour”, para alguns todos os dias no fim do expediente. “Happy Hour, e lá existe hora certa para ser feliz?”  Quer dizer que o resto do dia foi pura infelicidade? Enfim...As pessoas, por dormitem pouco acabam tomando muito café, energético, guaraná, essas e outras substâncias usadas para ficar acordado, acabam aumentando a ansiedade, irritabilidade e atrapalhando o sono. Abrir a comporta da nutrição significa comer mais frutas, vegetais, produtos integrais, orgânicos, tomar sucos naturais, ingerir em média 2 litros de água por dia e nada de dietas mirabolantes. Interessante como vejo tanta gente sabendo de tantas dietas para emagrecer, gastando dinheiro com medicações para emagrecer, produtos, chás vendidos como naturais, mas que se quer tem rótulo para mostrar o que realmente tem na composição. Eu escuto muito “Ah Dr. Mas é natural”. Cuidado, veneno de cobra também é natural, na quantidade e do jeito pode virar antídoto e salvar vida, mas na maioria das vezes é toxico e até letal. E se esse esforço e gasto de dinheiro com estratégias caras e pouco eficientes para perder peso fosse direcionado ao acompanhamento nutricional por profissionais que passam anos estudando e de fato estão prontos para ajudar a você ganhar saúde. Quem só quer perder peso, perde a saúde, já quem segue orientação de um bom nutricionais ganha saúde, vitalidade, disposição e como consequência, perde peso.

E a comporta do lazer?
Dr. Felipe: A quarta comporta a ser aberta para ter mais saúde mental é a do lazer, não confunda lazer com beber com os amigos, fumar, usar drogas, ficar com várias pessoas em uma mesma noite, passar horas na frente do celular vendo vídeos, horas na TV vendo séries, jogando. Entenda lazer saudável como tempo de qualidade com que você ama e te faz bem, tempo de qualidade conhecendo novos lugares e pessoas que possam agregar novas visões de mundo, agregar momentos de amadurecimento pessoal mútuo, um crescendo com o outro. “Ah Dr... Mas eu sempre estou com meus filhos no final do dia, saímos pra comer fora”. Tá, e qual qualidade desse tempo junto? Já que cada um fica com um celular nas mãos e pouco se falam. No consultório, já falei com pais que apavorados dizem: Dr, estou todos os dias com minha filha e como eu não percebi que ela estava se cortando, como não percebi que ele perdeu o prazer de viver? A resposta é simples e dolorosa: pais e filho se tornam pessoas fisicamente próximas e emocionalmente distantes. Não há diálogo, não há troca de experiencia, mas sobram exigências, críticas, comparações e julgamentos. “Tá Dr... Eu posso até errar nisso, mas uma vez por ano eu levo minha família para praia, para passear, para desestressar. Só não levo mais porque não tenho dinheiro, não tenho tempo”. Interessante, pois quem fala isso, uma semana após voltar da praia já está estressado novamente, pense bem, acha mesmo que 1 semana de viagem cai compensar 1 ano de agitação, 1 ano de sobrecarga no trabalho? As pessoas enxergam lazer apenas em grandes viagens e subestimam muitas vezes as belezas que tem próximo a própria cidade.  Tenho pacientes que entendem que um simples passeio no bosque gera um grande alívio de estresse, entenderam que contar histórias em volta da fogueira, fazer um piquenique com filho na beira de uma represa, acampar com a família muitas vezes no próprio quintal gera uma alegria imensa. Entenderam que chamar os amigos para fazer um luau relembrar acontecimentos engraçados gera mais bem estar do que encher a cara e nem lembrar do que aconteceu no fim de semana. Eu disse que eram 5 as principais comportas da saúde, 5 formas não medicamentosas de prevenir e ajudar a tratar a depressão. Faltou a comporta da fé, várias pesquisas já comprovaram por meio de estudos científicos que aqueles que apresentam uma fé estruturada tem mais chances de superar momentos difíceis na vida e até doenças crônicas como depressão. Importante entender que a fé estruturada não é fanatismo, não é usar de forma conveniente e distorcida doutrinas religiosas para justificar seus erros, colocando a culpa da doença em entidades malignas e as vezes alegando que fico doente porque Deus quis ou porque é castigo. Você dorme pouco, é sedentário, come demais, só trabalha e não tem lazer, cedo ou tarde fica doente e porque Deus quis? Tem gente que além de não assumir a responsabilidade em cuidar da própria saúde e acha que recorrer a medicina é falta de fé! Vem cá, isso não seria falta de imprudência? Fé estruturada vai mais de encontro com o que o apóstolo Paulo escreveu no capítulo 11 do livro de Hebreus : Fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que não se veem. Apesar de não existir nenhum exame capaz de mostrar como é o mecanismo de ação da fé, como ela de fato age, a ciência por meio de estudos consegue constatar sim a existência de um efeito positivo da fé na saúde de uma pessoa. Mesmo quando a lógica aponta para um doloroso e provável desfecho de uma doença terrível, quem consegue acionar a fé, que realmente acredita, consegue recrutar forças para começas a sair do fundo do poço de dor e de sofrimento da depressão e de tantos outros transtornos psiquiátricos. Quem abre a comporta da fé não espera te animo, ter disposição, ter vontade para fazer para fazer o que precisa ser feito, simplesmente dá o primeiro passo, sai do casulo do medo e voa para longe das desculpas, para longe do improvável e torna possível o que era impossível. Mas cuidado para não achar que só abrindo a comporta da fé você estará fora de risco. Você consegue medir o tamanho da sua fé e se ela realmente será suficiente? A partir de agora você já sabe que existe outras 4 comportas que quando abertas geram mais saúde, você vai escolher abrir apenas a da fé sendo que você pode abrir todas?


Isso seria falta de fé ou falta de bom senso?
Dr.Felipe: É comum ouvir as pessoas me perguntarem “Dr. Felipe por que antigamente não tinha tanta depressão como hoje, tantos transtornos psiquiátricos? “. Realmente a incidência desses transtornos era menor do que hoje, mas eles existiam sim, são milenares. Naquela época, primeiro que a medicina ainda não entendia muito como eles aconteciam, segundo que era difícil acha um médico que os tratasse e terceiro porque era muito caro manter o acompanhamento médico. No entanto, apesar das dificuldades de acesso à saúde de antigamente, apesar da própria luz elétrica ter demorado muito tempo para substituir os lampiões, apesar das pessoas comerem carne na lata armazenada na gordura de porco (não tinha geladeira para conservar alimentos). Apesar de talvez nem existir academia para se exercitarem, apesar de terem que esperar vários dias para mandar e receber cartas de entes queridos que moravam longe, as pessoas de antigamente tinham as comportas da saúde muito mais abertas do que hoje.
Como assim Dr. Felipe?
Dr. Felipe: Quando não existia luz elétrica, tinham a comporta do sono bem aberta, pois viviam de acordo com o ritmo circadiano, acordavam com o nascer do sol e dormiam tranquilamente poucas horas após o pôr do sol. Não havia academia para fazer 1 hora de exercício físico por dia e abrir a comporta do exercício, mas passava, longas horas malhando os músculos tocando o gado, tirando o leito. Não levantavam pesos de academia, mas sim o cabo das enxadas, das foices, carpindo e roçando, não apenas ervas daninhas da terra, mas também o estresse mental de suas vidas. Não tinham acesso aos nutricionistas para abrir a comporta da nutrição, mas queimavam por meio do serviço no campo os excessos de gordura que vinham junto aos alimentos armazenados em banha por falta de geladeira. Tinham corpos esculturais e mais equilíbrio emocional, pois comiam o que plantavam, a carne de animais que eles mesmo criavam sem veneno e hormônios que pudessem colocar em risco sua vitalidade, sua saúde. Antigamente muitos morriam sem nunca ver o mar, quanto mais passar uma semana abrindo a comporta do lazer na praia. No entanto, todos os dias se sentavam em volta da mesa e conversavam olho no olho, contavam histórias, desabafavam, faziam projetos, ensinavam canções aos filhos, abrindo a comporta do lazer de forma simples, mas poderosa. Percebiam rapidamente quem não estava bem e ofereciam ajuda e apoio de qualidade. Muitos não tinham oportunidade de ir de carro a igreja, de escutar uma pregação, de ter acesso com facilidade a livros com a palavra de Deus de forma digital como a comporta da fé é aberta hoje. Mas eles não poupavam esforços e colocavam a família no lombo do cavalo para percorrer quilômetros e poder ir a igreja semanalmente. Oravam, rogavam, davam graça, sentiam Deus diariamente. Antigamente a humanidade não sofria com tantos problemas psiquiátricos, pois viviam com as comportas da saúde abertas, preveniam e tratavam problemas como depressão não com comprimido e sim tomando ação. Essas 5 poderosas ações infelizmente você não encontra para comprar na farmácia. Essas formas de diminuir estresse e de prevenir doenças estavam disponíveis no passado e no presente estão igualmente disponíveis, que tal dar o primeiro passo?



 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »