11/08/2020 às 17h39min - Atualizada em 11/08/2020 às 17h39min

Fomento reforça campanhas de alerta para evitar inadimplência

Instituição financeira está orientando clientes a fazer contato e aproveitar condições facilitadas neste momento para renegociar contratos, suspender pagamentos e reduzir o valor das parcelas restantes prolongando o prazo para até 60 meses

- AEN

A área de Recuperação de Créditos da Fomento Paraná iniciou uma campanha de reforço no contato com os mutuários para evitar e reduzir a inadimplência. Nos próximos dias serão disparados e-mails, mensagens de texto (SMS) e feito contato direto por telefone pelos agentes de crédito e colaboradores com toda a base de clientes de microcrédito da instituição financeira estadual.

“A intenção é convidar o cliente a entrar em contato conosco quando percebe os primeiros sinais de dificuldade para honrar o compromisso, ainda antes de atrasar um pagamento ou se tornar inadimplente”, afirma o diretor Jurídico, Nildo Lübke. “Em primeiro lugar porque isso evita multas, encargos e incômodos futuros para o cliente. E em segundo lugar, porque temos condições excelentes, sem pagamento de tarifas, permitindo suspender as parcelas, ganhar prazo de carência de 90 dias, e parcelar o restante do financiamento em até 60 vezes”.

De acordo com o gerente de Recuperação de Créditos, João Carlos Mineo, apesar de a instituição oferecer condições de renegociação muito boas, criadas por conta do período de pandemia da Covid-19, em que a atividade econômica diminuiu em muitos setores, infelizmente muitos clientes não deram atenção ou não tiveram acesso à informação sobre essas facilidades.

“O empreendedor acaba deixando de pagar as parcelas, ou não tenta renegociar, e assim perde uma excelente oportunidade de suspender pagamentos e ampliar os prazos de parcelamento. Com isso ele pode ter parcelas menores, mantendo as taxas do contrato original”, orienta o gerente. Neste período de pandemia as tarifas de renegociação também foram reduzidas a zero. “Estamos oferecendo inclusive descontos de mora e multas para aqueles contratos vencidos há alguns anos e que já foram colocados em prejuízo. Esse é o caso de empreendedores que já estavam com problemas antes mesmo da pandemia. Isso é uma oportunidade e tanto para limpar o nome da empresa e basta ter pago pelo menos uma parcela”.

Desde 27 de março, quando o governador Carlos Massa Ratinho Junior lançou o programa Paraná Recupera, a Fomento Paraná já renegociou quase três mil contratos, permitindo a suspensão de pagamentos por períodos de 90 a 180 dias e estendendo os parcelamentos. O valor dos contratos renegociados soma mais de R$ 117 milhões.

“O volume de pedidos de renegociação foi bastante grande, mas entendemos que podemos beneficiar ainda mais empreendedores. É muito importante manter o dinheiro na mão do empreendedor ou facilitar o pagamento, porque o dinheiro que permanece na economia gera muitos outros negócios e isso ajuda a manter empregos e a renda”, afirma Heraldo Neves, diretor-presidente.

APLICATIVOS - Entre as formas encontradas pela Fomento Paraná para facilitar e ampliar o atendimento de quem precisa obter um boleto para pagamento ou renegociar um contrato é o uso do aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp, por meio do número (41) 99938-9215. Parte do atendimento é automatizado e parte é feita por operadores da instituição, que estão aptos a fazer qualquer renegociação de modo rápido. “O WhatsApp facilitou muito o atendimento, porque é um aplicativo muito popular, com o qual as pessoas tem muita familiaridade, permitindo enviar arquivos de documentos e audio, se necessário”, afirma João Carlos Mineo. “Isso também ficou mais fácil porque estamos dispensando o reconhecimento de firma em cartório, o que reduz custo e burocracia nesse período que exige distanciamento social”.

O atendimento dos operadores pelo Whatsapp corporativo da Fomento Paraná é feito somente no horário comercial, das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira.

AGENTES DE CRÉDITO - O gerente de Mercado da instituição, Luciano Martins, lembra que os agentes de crédito, que atuam em mais de 220 municípios, nas prefeituras e salas do empreendedor, também estão habilitados para orientar o empreendedor, tanto para obter novos financiamentos quanto para fazer a renegociação de financiamentos em andamento em condições facilitadas. “Quem tem dificuldade com a tecnologia, ou mesmo de acesso a equipamentos, pode conversar diretamente com os agentes, inclusive com hora marcada para atendimento em algumas cidades. Eles também estão sendo orientados a procurar os clientes para oferecer a renegociação”, afirma Martins.

PARANÁ RECUPERA - Nesta terça-feira (11), a Fomento Paraná está atingindo a marca de 20 mil empréstimos contratados pela linha Paraná Recupera, lançada pelo governador. Estão comprometidos quase R$ 170 milhões em créditos de R$ 1.500 a R$ 200 mil, para atender empreendedores informais, MEIs, micro e pequenas empresas no período da pandemia com recursos para ajudar a manter pequenos negócios ativos com os respectivos empregos.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »