28/02/2020 às 11h31min - Atualizada em 28/02/2020 às 11h31min

Luan Peres diz que permanência de Jesualdo não cabe aos jogadores

Gazeta Esportiva
Ivan Storti
Com uma sequência de jogos ruins, a paciência com o técnico Jesualdo Ferreira parece estar acabando no Santos. Apesar da liderança do Grupo A, com 11 pontos, o Peixe não vem conseguindo exibir um grande futebol. Questionado sobre a possibilidade de queda do português, o zagueiro Luan Peres disse que não é papel dos jogadores decidir.

“Não cabe a nós decidir sobre o treinador, tentamos fazer o que ele pede. Não tem só um culpado, são todos, nós (jogadores) entramos para jogar. Temos que melhorar como equipe para fazer um bom trabalho. Corinthians tropeçou e o treinador continua no cargo”, afirmou.

 

O defensor de 25 anos, que já jogou pelo Club Brugge, ainda criticou a pressão que o clube vem sofrendo, ressaltando as experiências que já viveu no futebol europeu.

“É difícil (a pressão). Vivi uma experiência lá fora e é bem diferente, mesmo quando o time está mal. É contraditório, somos os primeiros no grupo. Queríamos estar com mais pontos, mas somos primeiros. Temos que unir desempenho, coisa que não temos tido, porque resultado não é motivo. O que pega é o futebol que estamos demonstrando em campo, temos que melhorar”, completou.

O próximo desafio do Santos é contra o Palmeiras, no sábado, às 16h (de Brasília), no Pacaembu, pela oitava rodada do Campeonato Paulista.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »